Sedec-RJ participa de workshop de segurança de barragens de usinas hidrelétricas

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Segunda edição do evento internacional aconteceu em Belo Horizonte, Minas Gerais

 

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) participou do II Workshop Internacional de Segurança de Barragens de Usinas Hidrelétricas em Minas Gerais. O evento foi realizado nos dias 25 e 26 de setembro e foi organizado pela Associação Brasileira de Empresas Geradoras de Energia Elétrica (ABRAGE).

Na ocasião, foram apresentados trabalhos e criados debates a respeito da segurança de barragens.  A Defesa Civil do Estado foi representada pelo tenente-coronel Werner,  diretor do Centro de Estudos e Pesquisas em Defesa Civil. O oficial externou, em uma mesa redonda, sobre desafios e oportunidades relacionados ao assunto. Também abordou a necessidade do Ministério do Desenvolvimento Regional de participar da construção e revisão da legislação nacional de segurança de barragens, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, apoiada pelas secretariais estaduais de Defesa Civil.

Outros temas tratados no encontro foram: desafios da implantação e integração com os planos de contingências; experiência brasileira com a regulação de segurança de barragens; desafios da gestão da política nacional de segurança de barragens e o papel da ANA e ANEEL como agentes de fiscalização e revisão de legislação; plano de ação de emergências: desafios para o setor elétrico; segurança operacional de barragens; automação e monitoramento de barragens  e novas tecnologias; entre outros.

Destaques - as contribuições apresentadas pela consultora do Laboratório Nacional de Engenharia Civil de Portugal (LNEC), Maria Teresa Viseu, despertaram muito interesse, principalmente, quanto à participação dos órgãos de Proteção e Defesa Civil em Portugal na auditoria dos Planos de Ação de Emergência (PAE). Segundo a profissional, os planos precisam de aprovação dos referidos órgãos municipais e distritais.

O engenheiro de planejamento Diogo Martins apresentou as ferramentas e os procedimentos adotados pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), seus objetivos, indefinições, dificuldades e metas. Outro ponto alto foi o aplicativo desenvolvido e apresentado pela CEMIG, chamado Proximidade. O App permite o cadastramento das vítimas potenciais, manchas de inundação e georreferência das informações, assim como as respectivas rotas de fuga e os pontos de apoio. O engenheiro Diogo informou que a ferramenta pode ser utilizada em todo território nacional, de modo gratuito, desde que os empreendedores insiram os dados de suas barragens para alimentar o sistema.  

O evento contou com a presença do presidente da ABRAGE, presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), presidente do Comitê Brasileiro de Barragens, representantes das defesas civis dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais e do governo federal.

 

© 2018 Defesa Civil - Rio de Janeiro. ASSINFO