Defesa Civil Estadual divulga balanço de entrega de materiais de assistência humanitária

Os agentes da Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) realizaram, até a manhã desta segunda-feira (03.02), a entrega de mais de oito mil itens para doação às vítimas das chuvas que atingiram a região Norte e Noroeste do Estado. Sem contar os mais de 133 mil litros de água. São colchões, kits dormitórios, cestas básicas, roupas diversas, kits de higiene e de limpeza. O trabalho teve início na semana passada.  

Resposta ao desastre

A atuação da Sedec-RJ inclui consultoria técnica, orientação de preenchimento de documentação para decretação de situação de emergência e coordenação em eventos de repercussão intermunicipal.  

Natividade, Porciúncula, Laje do Muriaé, Itaperuna, Italva, Cardoso Moreira, Bom Jesus do Itabapoana e São Francisco do Itabapoana decretaram situação de emergência. A ação permite que o poder público faça aquisições, compras e contratações emergenciais que agilizam o atendimento à população em suas necessidades. 

É importante ressaltar que à Sedec-RJ cabem ações de apoio aos municípios em ocorrências que extrapolam a capacidade de resposta dos mesmos. 

Os agentes seguem atuando in loco na gestão de desastres na Região Norte e Noroeste, com apoio de viaturas recém adquiridas com recursos da Taxa de Incêndio. A Marinha também disponibilizou aeronave, embarcações, retroescavadeira e veículos para apoio na distribuição de água, por exemplo. A Rede Salvar também se voluntariou para a missão. órgãos como Cruz Vermelha, Igreja Universal e LBV forneceram donativos e água e realizaram a distribuição dos mesmos. 

Para o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), coronel Roberto Robadey Jr., o apoio de todos os envolvidos foi fundamental para que a situação de emergência decretada pelos municípios fosse amenizada.

- O Governo do Estado do Rio de Janeiro agradece ao Ministério da Defesa e ao Ministério do Desenvolvimento Regional que, por meio da Marinha do Brasil e da Secretaria Nacional de Defesa Civil, respectivamente, disponibilizaram  o apoio às ações de resposta aos efeitos adversos causados pelas fortes chuvas que assolaram  municípios da Região Norte/Noroeste fluminense.  Os militares nos auxiliaram na logística de distribuição de donativos e água por meio terrestre e com o uso de barcos e aeronaves. Ressalto, ainda, a participação do corpo de engenharia do Exército Brasileiro em apoio à Defesa Civil do município de Campos dos Goytacazes, que teve um dique rompido no distrito de Três Vendas - disse o secretário.

O CBMERJ auxilia as ações da Sedec-RJ com cerca de 100 bombeiros militares, viaturas, embarcações, helicópteros, entre outros equipamentos. 

A Defesa Civil Estadual, por meio do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ), segue monitorando as condições meteorológicas e os índices pluviométricos da região.

Números de desalojados e desabrigados são contabilizados e gerenciados pelas prefeituras. Foram registrados dois óbitos. Um em Porciúncula e outro em Itaperuna.

 

© 2020 Defesa Civil - Rio de Janeiro. ASSINFO