REDE SALVAR - Voluntários de Proteção e Defesa Civil

A Secretaria de Estado de Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro desenvolveu um Programa capaz de integrar em um único Sistema, todas as redes e agências de voluntários com foco em Defesa Civil.

Esta ferramenta é REDE SALVAR, um programa hospedado na plataforma web, que será disponibilizado gratuitamente para todos os municípios do Estado, fornecendo um ambiente amigável e intuitivo para gerenciar todos os voluntários de defesa civil, associando-os aos seus respectivos grupos ou agências, como, por exemplo, a Cruz Vermelha Brasileira, Rede de radioamadores, etc.

REDE SALVAR estará disponível no endereço: www.redesalvar.defesacivil.rj.gov.br . Neste endereço o voluntário deverá preencher o formulário de adesão ao serviço voluntário, que irá habilitá-lo a entrar no Sistema. No formulário de adesão, o usuário escolhe em que nível deseja atuar como voluntário, estadual ou municipal. Caso opte pelo nível municipal, o voluntário deverá selecionar em qual município deseja atuar. Após selecionar o nível de atuação, o usuário também deverá selecionar em qual agência ou grupo de voluntários se enquadra, ou caso não se enquadre em nenhuma agência, poderá participar selecionando a opção “Voluntário Independente”.

O Sistema fornece uma interface de administração com uma série de ferramentas para a interação com o voluntariado, entre elas, um sistema completo de administração de cursos, com inscrições e emissão de certificados online. Também é ofertado a função galeria de imagens e vídeos, para armazenar e divulgar todas as ações e eventos da Defesa Civil para o voluntariado.

A interface de administração será disponibilizada para os gestores, em nível municipal, dos órgãos de Defesa Civil. Para solicitar a interface de administração, o usuário deverá primeiro estar cadastrado como voluntário e depois usar a ferramenta “Fale Conosco”, seção “Administradores do Sistema”, Assunto “Solicitação de Acesso de Administrador” e fazer a solicitação formal no corpo do formulário.

O voluntário também possui uma interface restrita com login e senha, onde poderá atualizar seus dados, cadastrar uma foto para emissão do seu crachá de voluntário, consultar os cursos realizados e emitir segunda via de seus respectivos certificados, além de poder a qualquer momento inativar seu cadastro ou reativá-lo quando tiver interesse em voltar a interagir com a rede.

 

Ferramentas de Gestão

 
Considerando que o Decreto no 43.599, de 17 de maio de 2012, que dispõe sobre a reorganização do Sistema Estadual de Defesa Civil – SIEDEC estabelece como um de seus objetivos: planejar, coordenar e promover ações, visando à proteção global das populações no Estado do Rio de Janeiro, em conjunto com os Municípios, com o objetivo de reduzir os desastres;

Considerando  que as ocorrências de defesa civil em nível municipal, mesmo que não configurem desastres, são importantes indicadores, cujo levantamento de suas respectivas frequências e prevalências podem apontar as regiões mais vulneráveis e, portanto, com maior sensibilidade às consequências de fenômenos que configurem desastres. De posse de dados que indiquem essas vulnerabilidades, ações específicas com objetivo de redução do risco de desastres, diminuiriam os prejuízos e aumentariam a resiliência dessas regiões;

Considerando  que a maioria dos municípios do Estado do Rio de Janeiro é deficiente em recursos capazes de serem aplicados no desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que consigam atender suas demandas operacionais/administrativas diárias e que ao mesmo tempo estabeleçam uma base de dados e informações que possam ser utilizadas por gestões futuras, sem o retorno ao status quo ante.

A SEDEC-RJ desenvolveu sistemas gratuitos para que os municípios possam gerenciar seus recursos e atividades.

Arquivos para Download:

© 2018 Defesa Civil - Rio de Janeiro. ASSINFO